terça-feira, 28 de janeiro de 2014

A garota das cicatrizes de fogo - Ricardo Ragazzo



Ricardo Ragazzo
A garota das cicatrizes de fogo
Novo Século
255 pgs.

Quando o livro “A garota das cicatrizes de fogo” chegou, fiquei muito animada, pois gosto muito de livros policiais (pelo menos assim me pareceu pela sinopse), mas ao longo do livro descobri que tinha me enganado. Na verdade, ele possui sim traços do romance policial, mas também possui uns traços de fantasia.

Duas histórias se entrecruzam. Johnny Falco passa por uma tragédia onde sua esposa é encontrada por ele em quase estado de putrefação. Seu corpo está ressecado, somente se vê pele e osso. Todos os seus órgãos se liquidificaram. Sua única filha Diana desaparece no mesmo dia. Lisa Gomez é uma menina que também passa por uma tragédia, onde aos dez anos teve oitenta por cento do seu corpo carbonizado por um homem totalmente desconhecido. Seis anos depois, a menina descobre que todas as suas cicatrizes simplesmente desapareceram. Os caminhos dos dois irão se entrecruzarem...

O autor inicia a história na terceira pessoa, mas ao longo do livro, a narração se alterna entre o ponto de vista do Johnny Falco e da Lisa Gomez. Apesar de parecer confuso, deixou a narração ainda mais interessante. O leitor pode perceber como a história se desenrolava em vários pontos dela ao mesmo tempo. Achei bastante parecido com romances norte-americanos contemporâneos que se utilizam dos recursos do cinema.



O enredo é muito bem construído. As amarras feitas pelo autor para costurar as duas histórias, aonde logo depois irão se entrecruzar são bastante seguras.

Os personagens foram construídos sob apenas um aspecto das suas personalidades. E foi muito bom para a narração, pois a história possuía um ritmo que personagens mais complexos iriam somente atrapalhar. Não consegui me sentir próxima aos dois personagens protagonistas. Eles conseguiram ter a minha compaixão, mas não minha aproximação. O Johnny me comoveu por ser um pai desesperado pela filha. Sua dor me emocionou durante toda a leitura. Já Lisa, no início também me comoveu pela tragédia que viveu, mas quando suas cicatrizes sumiram, ela mostrou-se uma garota mimada e fútil como tantas outras na mesma idade. Somente Alex, garoto que aparece no meio da história me apaixonou. Sua doçura e mistério me fizeram torcer para que ele aparecesse mais durante a história. 

Não gostei da ambientação, pois os nomes dos personagens eram estrangeiros e o espaço usado na trama pareceu ser norte-americano. Talvez tivesse me aproximado mais se conseguisse ver o Brasil na narração.

A edição da Editora Novo século foi muito bem feita. Adorei as folhas iniciais na cor preta. Mas não sou muito fã de capas com pessoas. A letra também é de um tamanho bastante confortável. Gostei muito, apesar da capa.

O final foi o que mais me surpreendeu. A sutileza da solução final foi muito bem escrita, me deixando sem fôlego. A garota das cicatrizes de fogo é um livro para aqueles momentos em que você quer histórias dinâmicas e com um ritmo bem mais rápido. Um enredo bem construído e com cenas muito divertidas. Gostei muito!

5 comentários:

Fernanda Vasconcellos disse...

ESTOU LOUCA para o livro chegar aqui em casa, e ler!
E com a sua opinião e sinopse, estou mais louca ainda para ler, sua sortuda <3
Adoro livros policiais, mas esse me intrigou mais por existir romance, acho que isso trás um Q a mais ao livro, e prende mais ainda os leitores.
Mal posso esperar!

Beijos,
Percepções Blog

Rayssa Gimenes disse...

Olá! Não tinha ouvido falar desse livro do Ricardo Ragazzo.
Parece ser uma história bem interessante, pessoas que passaram por tragédias que se encontram... será que eles se encontram pra se ajudar? rs Fiquei curiosa para conhecer mais. Eu até prefiro livros que se passam no EUA ou em outro país, não consigo imaginar essas coisas acontecendo no Brasil e o culpado disso é a mídia, os filmes que mostram que as coisas só acontecem no EUA e eu acabei me acostumando a isso.

Beijos
Rayssa
http://diariosdleitura.blogspot.com.br/

Claudinei Barbosa disse...

Olá!
Estou participando de um book-tour desse livro e estou esperando ansioso pela minha vez! Ainda não procurei saber muito a respeito do livro para não gerar expectativas, mas sua resenha contribuiu ainda mais para o meu desejo de por logo as mãos nele e devorar suas páginas!

Abraço
Claudinei Barbosa
http://resenhandoecontando.blogspot.com

Desbravadores de Livros disse...

Esse livro parece PERFEITO.
O autor realmente me surpreendeu com o primeiro livro. Não vejo a hora de ler esse.
Muito bela sua resenha.
Adorei.

M&N | Desbrava(dores) de livros

Ann Amorim. disse...

Estou mais do que ansiosa para ler esse livro após sua resenha!
Ragazzo tem esse problema, os personagens a maioria são mal desenvolvidos, mas ele é um grande autor.
Beijos.
Amei teu blog, te sigo a tanto tempo, mas ainda n tinha visto o novo lay <3
http://linhasemaislinhas.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

© 2011 Viagens Esquizofrênicas a Lua, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena