terça-feira, 31 de dezembro de 2013

As melhores viagens de 2013!!!

Gente,

esse ano foi o início do blog. Este que nasceu no final de setembro e já me dá muitas alegrias. Assim, após ver a retrospectiva de tantos blogs, resolvi fazer uma coisa mais simples. Apenas uma listinha das leituras preferidas do ano. Vou falar apenas dos livros que li depois do início do blog. Para que, vocês tenham como ler minhas impressões. Vocês não tem noção do quanto foi difícil... Não vou colocar ordem, porque senão ia ficar meio doida. rsrs. Vamos a lista!

1. O Morro dos Ventos Uivantes - Emily Bronte


Quem acompanha o blog, já sabia, né. O grande amor da minha vida é esse livro. Apaixonei-me por Heathcliff! Além da escrita da Emily ser envolvente, seus personagens inesquecíveis, amo minha edição da Landmark. É um dos livros que mais gosto! E foi um post com direito a música. Confiram minhas impressões aqui.

2. Orlando - Virginia Woolf


Foi meu primeiro livro da Virginia. E já virou amor eterno. E foi também o primeiro livro falado no blog. Não tenho nem palavras para falar dele... Aguardem mais Virginia ano que vem! Confiram minhas impressões: aqui.

3. Alice - Carrol



Alice virou minha personagem preferida! Ela é inteligente e nunca nos decepciona com suas falas. E outra paixão minha, a Zahar. Se eu tiver que escolher, provavelmente escolherei um livro dessa editora. A edição é a coisa mais linda do mundo. E comentada. Confiram minhas impressões: aqui.

4. Frankenstein - Mary Shelley


Frankenstein me surpreendeu muito! A história é muito diferente do que aparece em filmes, por exemplo. E o Ser é cativante. A escrita em forma de romance epistolar foi o que mais gostei. E a edição da Hedra é linda demais! Confiram minhas impressões aqui.

5. Presságio - O assassinato da freira nua - Leonardo Barros


E minha grande surpresa de fim de ano!!! Fiquei fissurada na escrita do Leonardo. Livro muito bem escrito e história deliciosa. Amei a Alice dele. rsrs. Descubram o porquê. Confiram minhas impressões aqui.

Então é isso. Espero que tenham gostado da minha lista. E vocês? Quais gostaram mais?
Beijos!

Anna
Read More

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Presságio - O assassinato da freira nua - Leonardo Barros




Alice é uma moça de 26 anos que possui poderes clarividentes, mas as pessoas a vêem como alguém com problemas mentais, mas precisamente como alguém psicótica. Mas um dia sua amiga Geórgia a convida a ir a uma festa onde ocorre um assassinato. Alice vê tudo pelos olhos da vítima, mas por conta da quantidade de drogas que ingere, ninguém dá atenção. A partir desse acontecimento, acompanhamos Alice na investigação do crime.

A narrativa é muito gostosa de ler. A cada situação que acompanhamos, nos sentimos amigos da Alice. A cada pista que a moça encontra, somos levados a também ir em busca do autor do assassinato. 

Adoro personagens com relação a problemas psiquiátricos, apesar de Alice não ser realmente louca. As conversas da garota com seu psiquiatra foram um deleite para mim. Além da forma de escrita do Leonardo ser bastante interessante.

Durante a leitura, senti uma certa familiaridade com Agatha Christie apesar de que não tenho conhecimento dessa influência. Mas o detalhamento das pistas lembrou-me seus livros. Também gostei muito da referência a Alice, do Carrol. Vou deixar para vocês perceberem a relação entre as mesmas. Alice no país das Maravilhas é um dos meus livros preferidos! 

Presságio - O assassinato da freira nua foi uma enorme surpresa para mim. O título me instigou desde o primeiro momento. A imagem da freira nua não saiu da minha cabeça. O paradoxo que essa expressão representa mexeu comigo.

Fazia muito tempo que não lia romance policial. O gênero é um dos meus preferidos e o Leonardo conseguiu me conquistar. Recomendo muito a todos os fãs do gênero e da rainha do crime.

Read More

sábado, 28 de dezembro de 2013

Cândido ou Otimismo - Voltaire



Cândido, ou o Otimismo é um romance de Voltaire, filósofo francês. Cândido é o rapaz mais doce e honesto do mundo. Mas ele infelizmente é expulso de um lindo castelo de Westfália. Segundo ele, nesse castelo vivem as melhores pessoas que vivem no melhor dos mundos possíveis. Ele é expulso por cortejar a linda Cunegunda. Depois disso, Cândido passa por situações cada vez piores e sua teoria é posta a prova por diversas vezes. 

O autor buscou usar da ironia para criticar a teoria do melhor dos mundos possíveis de Leibniz. O personagem que representa sarcasticamente o otimismo Leibniziano é o filósofo Pangloss. O mais interessante é o contraste feito pelo autor entre a Europa e El Dourado, aparentemente a América. Nesse lugar, Cândido conhecerá realmente o melhor dos mundos possíveis. Mas seu amor por Cunegunda o fará deixar esse paraíso e ir em busca do seu grande amor.

O humor é o maior charme desse romance. Em alguns episódios, Cândido é digno de compaixão, mas em outros, você ri com sua ingenuidade e confiança cega em qualquer ser humano.

A edição da Penguin é linda! Adorei o tom de amarelo da capa. Apesar de ser uma edição de bolso, o papel é de muita qualidade. A letra é bastante adequada. A tradução é de Mário Laranjeira. É o primeiro livro que leio desse selo da Companhia das Letras. E fiquei realmente impressionada com o capricho da edição.
Read More

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Desafio de Férias




Oi Gente,
esse mês foi um pouco complicado para mim, sabe. Sempre que chega o fim de ano fico ansiosa por ano acabar e não consigo fazer nada. Ainda não tinha conseguido terminar um livro. Triste... Mas foi quando vi o Desafio de Férias no blog da Juliana: Depois de um Livro. E pensei será minha salvação esse mês? O Blog que criou a tag foi Chuva de Letras, blog do Carlos. 

As regras são: 

1. Escolher 5 livros ou mais para serem lidos até dia 05/01;

2. Fazer um post para citar os livros e explicar o desafio;

3. Fazer outro post no final para dizer como foi;

4. Indicar 6 blogs para participarem;


Primeiro vou citar os livros que lerei. Por algum motivo, não 
consegui terminar Entrevista com Vampiro e nem O vermelho e o Negro. Por isso, vou aproveitar e terminar. Lerei também o livro do book tour Presságio - Assassinato da freira nua (doida para ler!!!), Candido ou Otimismo e um livro de crítica literária. Vamos a lista:

1. Presságio - Assassinato da freira nua - Leonardo Barros
2. Candido ou Otimismo - Voltaire
3. Entrevista com o Vampiro - Anne Rice
4. O Vermelho e o Negro - Stendhal
5. A Identidade Cultural na Pós-modernidade - Stuart Hall

  
                                    

Não vou indicar nenhum blog! Fiquei a vontade para fazerem comigo! Vou publicando as impressões ao passo que vou terminando de ler. Espero conseguir terminar com todos esses livros. A esperança é a última que morre! rsrs.
Beijos!

Lua


Read More

sábado, 21 de dezembro de 2013

Lançamento da coletânea do 1º Concurso Literário Olhar da Gente"



Oi Gente,

a gente sempre escuta que Fortaleza não permite aos seus escritores oportunidades de expor e publicar seus trabalhos. E foi para mudar esse cenário que surgiu um projeto chamado "1º Concurso Literário Olhar da Gente" e que procurou novos talentos para participar de uma coletânea que tem como tema: "Minha Terra, Minha Vida, Meu Olhar". Nayara Fontenele é uma das Coordenadoras do Coletivo Cultural Olhares Daqui pra Nós, é estudante de Psicologia, Autora do livro O Amortecimento e Organizadora da Antologia Olhar da Gente. E é com ela que iremos saber um pouco mais sobre o projeto e o evento onde a coletânea irá ser lançada.



1. O que é projeto Olhar da Gente?
O Olhar da Gente é um projeto literário que tem como etapas a realização de um Concurso e a Publicação de uma Antologia com os autores vencedores. Nesta edição o tema foi “Minha Terra, Minha Vida, Meu Olhar” tentando contemplar apenas autores Fortalezenses que escrevessem nos gêneros: poesia, prosa e conto. A ideia do projeto é incentivar a descoberta e a publicação de novos autores.

2. Quem realiza o projeto?
O Projeto está sendo realizado pelo Coletivo Cultural qual eu faço parte chamado Olhares Daqui pra Nós, é um grupo de jovens que realizam ações culturais voltadas pra Literatura, Audiovisual e Artes Visuais. O projeto foi apoiado pelo I Edital Coletivo Jovem de Incentivo a projetos, realizado pelo Núcleo de Economia Criativa do CUCA BARRA, uma excelente iniciativa, que nos ajudou a pôr em prática esse sonho.

3. Como começou o projeto? E quais foram suas expectativas de início?
A ideia inicial do Concurso foi minha, eu sou Autora e estou em minha primeira publicação e sei como é difícil encontrar oportunidades em nosso estado. Quando apresentei ao Coletivo a ideia, eles adoraram e aperfeiçoaram. Realizamos oficinas em escolas, conseguimos mobilizar um grande número de pessoas interessadas em Literatura. Eu sempre levantei a bandeira da democratização da cultura e como em nosso estado o mercado editorial é enrijecido e majoritariamente acadêmico (possuímos poucas editoras comerciais) acaba sendo mais difícil tornar-se autor e nosso intuito sempre foi abrir espaços e criar oportunidades.

4. Por que a escolha do tema “Minha Terra, Minha Vida, Meu olhar”?
Queríamos construir um acervo de Olhares sobre Fortaleza, buscando homenagear a cidade, descobrindo e/ou contemplando novos autores. Como o nome do Coletivo é Olhares Daqui pra Nós, nos inspiramos nele pra construir o tema.

5.  Quem são e como foram selecionados os contemplados no I Concurso Literário Olhar da Gente?
O Concurso ocorreu de Setembro a Dezembro de 2013, tivemos uma Banca Avaliadora com profissionais da língua portuguesa e do cenário literário cearense, foi um momento bem delicado, pois os materiais eram lindos e tínhamos de ser sensíveis e cautelosos com o resultado. Os contemplados foram 20 autores, a lista com os nomes está nesse link: http://olharesdaquipranos.blogspot.com.br/2013/12/resultado-i-concurso-literario-olhar-da.html, confiram! Para acessá-lo cliquem aqui.

6. Quando será o lançamento da Antologia Olhar da Gente?
O lançamento será no dia 15/02/2014 das 16:00 as 20:00 horas no CUCA BARRA, na Avenida Presidente Castelo Branco, 6417 - Barra do Ceará, Fortaleza. Aproveito para deixar aqui o convite ao seu blog para cobrir o evento de Lançamento e realizar entrevistas com os autores! Seria uma honra ter você por lá. Convido ainda seus leitores a comparecerem ao evento, será excelente tê-los prestigiando nosso trabalho.

 7.  Como participar da próxima edição do Concurso?
A próxima edição ainda não tem data definida, mas já está sendo pensada. Vamos abrir o Concurso a nível nacional e realiza-lo por categorias, gêneros distintos e/ou faixa etária. O tema está em aberto, estamos focando no fechamento desta edição, mas se você ou algum leitor quiser nos deixar uma sugestão, ficaremos honrados em receber. Basta encaminhar um e-mail para olharesdaquipranos@gmail.com


Gostaria de agradecer ao convite e ao espaço cedido pelo blog Viagens Interliterárias a Lua, espero ter a sua presença no Lançamento da Antologia e em breve doaremos um exemplar pra que possam sortear entre seus leitores. Abraços a todos, boas festas!

Eu agradeço seu convite e a entrevista, Nayara e já confirmo  minha presença no evento. E Já agradeço também o exemplar para sorteio. E espero que todos os meus leitores possam estar presentes nesse lançamento e que mais projetos como esse vem para abrilhantar mais o cenário literário cearense. Boas festas!

Para entrar em contato com a Nayara Fontenele:

Contato com Olhares Daqui pra Nós: 

Site do projeto:
http://olharesdaquipranos.blogspot.com.br 

Espero que vocês tenham gostado e compareçam ao evento. Espero todos vocês lá. Em breve estaremos falando do sorteio. Beijos!

Anna
Read More

sábado, 14 de dezembro de 2013

Participando de Book Tour!!!

Gente!!!

vim contar para vocês que estou participando de um book tour já começando no meu projeto de conhecer os autores nacionais. O livro é "Presságio - O assassinato da freira nua", do autor Leonardo Barros. 


                     


O livro fala de Alice que tem vinte e seis anos e, desde a adolescência, é atormentada por presságios. Desacreditada por psiquiatras, ela é considerada psicótica, até que uma de suas visões a possibilita desvendar um misterioso homicídio. A polícia atribui a autoria do crime ao Beato Judas, um assassino serial de freiras, mas a descrição do suspeito não se parece em nada com o homem que ela viu em sua premonição. Agora Alice terá de correr contra o tempo para provar que não é louca e para evitar que o assassino faça uma nova vítima. Suspense, misticismo e sensualidade se misturam neste fantástico thriller policial que parece ter a capacidade sobrenatural de manter seus leitores alucinados, da primeira à última página!


Para quem quer conhecer o Book Trailler!


                       


Devido ao Natal, um lote do livro foi reservado para uma mega promoção: 

Na Saraiva (R$ 9,90 + frete):
http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/4264667

No blog do Presságio (R$ 9,90 + frete único de R$ 6,00):
http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/4264667
 
Esse não é o primeiro livro de Leonardo Barros. Ele É autor do romance erótico “Amor de Yoni” (publicado em 2008); do suspense policial “O Maníaco do Circo – e o menino que tinha medo de palhaços” (publicado na XIV Bienal do Livro Rio, em 2009); da comédia “Saúde, Beleza, Prosperidade e Riqueza” (publicação independente, 2010) e da comédia “Solteiro Em Trinta Dias - Receitas de sucesso de um ex-otário” (publicado em 2011). “Presságio – O assassinato da Freira Nua” é sua quinta ficção e seu segundo suspense policial.


                  


O escritor Leonardo Barros é médico formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. E pode ser encontrado nos seguintes endereços:

Fan Page do PRESSÁGIO no Facebook: Facebook.com/freiranua 

Perfil do autor no Facebook:Facebook.com/leobarrosescritor PRESSÁGIO no 
Skoob:http://www.skoob.com.br/livro/275143-pressagio 

Twitter: twitter.com/LeoEscritor 

YouTube: http://www.youtube.com/leobarrosescritor


 Aguardem as minhas impressões acerca do livro em breve!!!!

Beijos!!!
Read More

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Frankenstein - Mary Shelley




Minha surpresa surgiu logo de início, quando me deparei com as cartas de Robert Walton. Perguntei-me onde estava a narrativa que os filmes plantaram na minha mente. Logo percebi que nenhum filme substituiria a experiência com a escrita de Mary Shelley.

A descrição do Dr. Frankenstein do processo formativo da sua criação me estimulou intelectualmente. Fiquei animada ao ver nomes que já leio a algum tempo como Agripa e Paracelso.  A vivência acadêmica descrita pelo doutor é bastante detalhada e relevante para o entendimento do processo de criação do Ser.

E o Ser? Sofri com ele quando foi rejeitado pelo seu criador, quando ele foi perseguido pela população da vila, quando se decepcionou com a família que adotou como protetores. Esse Ser sofreu rejeições desde sua criação até o fim de sua vida. Ele me passa a sensação de carência.

Uma das questões que a autora aborda é o estranhamento do ser humano com o diferente. Questão essa que até hoje suscita conflitos entre classes, raças, religiões. O ser humano não reage bem ao diferente. Infelizmente, isso ainda não mudou. Vejo a obra de Mary Shelley como uma forma de repensar como eu reajo também.

O estranhamento advém do medo do ser humano ao desconhecido. Esse medo causa intolerância, rejeição e preconceito. O Ser é visto como uma aberração, uma anomalia. Ele é descrito dessa forma inclusive da resenha escrita pelo marido da Mary. Não consigo vê-lo dessa forma.

A descrição do Ser do processo de aquisição da linguagem seja inicialmente como fala, depois como leitura, também me chamou bastante atenção. As obras inclusive são enumeradas: Paraíso Perdido, Vidas, de Plutarco e Os sofrimentos do jovem Werther. A relação entre as obras citadas e Frankenstein é bastante interessante.

No caso de Vidas, o Ser não era considerado um ser vivo, já que este foi construído através de corpos mortos. Seria relevante fazer a leitura paralela das mesmas. Os sofrimentos do jovem Werther também pode nos falar da relação que o Ser tinha com a questão do amor. Mas é Paraíso Perdido que nos fala da relação do Ser com seu criador. Este afirma identificar-se com Satã, já que o mesmo também foi rejeitado pelo seu criador. Não vou comentar muito, pois não li tais obras. Posteriormente, quero fazer as leituras para relacionar e convido vocês também para discutir essas relações comigo.

A edição que li foi a da editora Hedra. Amei a capa, feita com desenhos do artista Ulysses Bôscolo. Seus desenhos deixam muito mais para que a gente imagine do que mostra realmente a visão do ilustrador. Tons em vermelho e preto nos mostram o horror que a obra procura retratar. Gostei muito da introdução e dos apêndices também, com prefácios e uma resenha do marido de Mary. Gostei bastante da edição, só não gostei mais por não ter capa dura.


Um livro indispensável para a formação intelectual de qualquer um que queira conhecer a literatura ocidental. E para qualquer um que saiba a importância de uma boa formação literária. Mary Shelley é uma autora de apenas uma obra, mas que nos tirou do conforto e nos fez pensar o que consideramos o horror.

Read More

Carta a um rejeitado! - Frankenstein - Mary Shelley




Ser,

Entendo sua dor... Sei o quanto é duro ser rejeitado. Sua bondade é bastante visível. Entendo o porquê dos seus atos. Acho até que faria o mesmo. Você sofreu preconceito por parte das pessoas. Não entendo o porquê deles não poderem simplesmente ouvir o que você tem a dizer... Fiquei bastante feliz ao saber que autonomamente você adquiriu linguagem. Feliz por saber que agora podemos conversar. E a leitura? Fiquei impressionada com sua extrema perseverança em aprender a ler. E as obras que você achou foram bastante importantes na sua formação. Infelizmente junto com as mesmas vieram também à infelicidade de saber que seu criador além de ter rejeitado-o, também o via como uma aberração. Esqueça essa história que você é uma aberração. Gostaria apenas de poder acalentá-lo... Sinta-se admirado por mim. Sei que você foi forçado a virar um assassino. Entendo sua dor...
                                                                                                                                                     Anna

Read More

domingo, 8 de dezembro de 2013

1ª Promoção de natal do blog!!!

Gente,

hoje estou aqui para convidá-los para participar da nossa promoção de natal!!! É a primeira promoção do Viagens Interliterarias a Lua, junto com mais outros quatro.  Serão cinco livros para apenas um ganhador! Espero que vocês gostem!





O ganhador levará:



* Tipo Destino - Susane Colasanti
* Festa no Covil - Juan Pablo Villalobos (Essa foi a minha escolha para vocês!!!)
* Trocada - Amanda Hocking
* Sangue na Neve - Lisa Gardner
* Esconda-se - Lisa Gardner



REGRAS:

  •  Seguir Publicamente os 5 blogs (Basta ter uma conta no Google/Gmail/Twitter/Yahoo e Clicar no "Participar deste site".)


  • Ter endereço de entrega no Brasil.
  • A promoção é válida de 07/12 até o dia 22/12.
  • Será conferindo se o vencedor segue todos os blogs participantes. Siga as regras obrigatórias para não ser desclassificado!
  • Será um ganhador(a), levando todos os livros.
  • O(a) ganhador(a) terá o prazo de 2 dias para responder o e-mail que será enviado. Caso não responda, um novo sorteio será realizado.
  • O resultado poderá ser conferido aqui no blog a partir do dia 23/12.
  • Preencher o formulário abaixo e deixar um email para entrarmos em contato.




a Rafflecopter giveaway


Boa sorte!
Beijos!
Lua 
Read More

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Livros lidos em novembro!


Gente!

Esse mês consegui ler uma quantidade razoável de livros. Vou mostrar a lista para vocês! Vamos lá!

1. O Grande Gatsby


Gostei muito desse livro. Surpreendi-me com seus personagens. Resenha aqui.

2. Coraline

Apaixonada total por Neil Gaiman! Resenha aqui.

3. O Pistoleiro


Minha estréia no Stephen King! Resenha aqui.

4. O Retrato de Dorian Gray


Gostei muito do livro! Me fez refletir sobre muitas coisas... Resenha aqui.

5. Mulheres que correm com lobos


Esse livro me deu outra perspectiva acerca de várias questões que eu estava passando no momento da leitura. Ele descreve muitos ciclos que nós mulheres passamos. Recomendo para todas as mulheres! A resenha ainda não está pronta.

6. Os Astros e o amor


Liz Greene é uma astróloga bastante respeitada no EUA. Seus livros já formaram muitos astrólogos. Esse em especial, é um livro para quem está começando a estudar astrologia. Para quem se interessa pelo assunto, é um bom começo. Resenha ainda não feita.

7. Alice


Alice é meu livro preferido. Eu já havia lido, mas essa edição da Zahar pediu uma releitura. E aproveitei para fazer uma resenha aqui para vocês.


8. A Bolsa - Balzac


Li apenas um conto desse livro. A Bolsa é bastante interessante. Apaixonei-me por Balzac! Resenha aqui.

9. Frankenstein 


Amei Frankenstein! Minha surpresa foi enorme... Acho que vou causar uma polêmica, mas acho que a Criatura é boa. O Doutor é que não merecia compaixão. Esperem resenha ainda essa semana!!!

10. Tao da Física


Gostei muito desse livro! apesar de ter achado ele um pouco chato... Mas as relações feitas pelo autor entre a Física e as Tradições Orientais. Resenha dele está no blog Astrologia e Teosofia!

11. O Vermelho e o Negro



Estou amando Julian! Mas ainda não terminei de ler, gente! Aguardem até semana que vem terá resenha dele!!!

12. Entrevista com o Vampiro - Viagem escolhida por vocês!


Ainda estou lendo também! Aguardem!!!

enfim, gente! São esses livros! Espero que gostem! E vocês leram o que?
Beijos!

Read More

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Novidade!!! 1ª Parceria do blog!!!

Oi Gente,

vim hoje para contar uma novidade! O Viagens fez sua primeira parceria: O autor do livro Coração de Vidro: Marcos de Sousa! Estou muito feliz com a parceria. O Marcos é muito gentil e já estou morrendo de vontade de ler o livro dele... 



Formas de contato com ele!!!

Site: http://www.omundosobomeuolhar.com.br/
Skoob: http://www.skoob.com.br/usuario/294288
Fanpage: https://www.facebook.com/pages/O-mundo-sob-o-meu-olhar/305550329474703
Facebook:
https://www.facebook.com/marcos.desousa.75436
Twitter: https://twitter.com/Marcosde_Sousa

Fico muito feliz e agradeço muito ao Marcos pela parceria! Depois volto para fazer uma postagem sobre o livro dele, tá. 
Beijos!

Read More

sábado, 30 de novembro de 2013

Carta um cavalheiro andante!!!


Roland,

Também estou em uma jornada em busca do meu homem de preto. Assim como você, sinto que ele tem todas as respostas. Mas também sei que boa parte delas, nós já temos! Valorize as pessoas que encontra pelo caminho, pois cada uma delas tem uma pista do lugar para onde temos que ir. Cada jornada é única, mas algumas vezes, elas se entrelaçam. Algumas respostas que você quer, eu já conheci... Mas preciso deixar você chegar lá com suas próprias pernas. E aprendi isso a duras penas. Deixar com que cada um siga seu próprio caminho. Pois é muito natural que você queira ajudar quem ama. Sim, aprendi a amar você, com suas qualidades, seus defeitos e seus traumas. Cada ser é um universo com tudo isso junto. E a pista que vim deixar com você foi que você aprenda a deixar ir. Mas também aprenda a deixar ficar... O Homem de Preto está muito perto de você...


Anna
Read More

O Pistoleiro - Stephen King


"O universo (disse ele) é o Grande Todo e oferece um paradoxo grande demais para ser apreendido pela mente finita."

O Pistoleiro foi o primeiro livro do Stephen King que li. E eu me surpreendi muito. Já tinha escutado muita gente falando bem dele, mas deixei para lá. Li forçada por um amigo (obrigada Matheus!). E foi uma experiência extraordinária! A edição que li foi da Editora Suma. Gostei bastante da diagramação, mas acho que a edição merecia uma capa dura. A imagem da capa também é muito bonita.

Os personagens são incríveis. Eles são muito bem construídos. O personagem principal se mostra aos poucos, em cada situação e história que descobrimos de sua vida. Ele se mantém misterioso quase até o fim do livro. Mas temos que lembrar que o livro é o primeiro da série A Torre Negra. Esta série que foi a obra mais aclamada do autor.

O livro conta a história de um pistoleiro que está em busca do tal homem de preto. Durante essa busca, que me parece mais uma busca de si mesmo, Roland conhece alguns personagens muito interessantes. Cada um traz uma história e uma pista do homem de preto. E a cada página você também quer descobrir esse homem. Você se pergunta: Quem ele é? Ou o porquê Roland quer tanto encontrá-lo? 

O garotinho Jake acaba acompanhando Roland em sua viagem. E há alguns fatos sobre ele bastante impensados. Por exemplo, ele se lembra de lugares que não existem no mundo onde a história se passa e ele se lembra de sua morte.


A jornada de Roland em busca de si mesmo, ou da Torre, ou do Homem de preto, inicia com O Pistoleiro. E durante essa busca a gente também se encontra em alguma história, ou esquina. E você, também não quer nos acompanhar nessa viagem?
Read More

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Coraline - Neil Gaiman



Apaixonei-me pela Coraline ao assistir o filme pela primeira vez. Pareceu-me um reencontro com outra menina que gosta de fazer perguntas e tem respostas que nos fazem rir... Fiquei ansiosa para ler o livro. A cada pagina lida, era uma nova surpresa e paixão. Cada frase de Coraline lembrou Alice. Como amo personagens travessas e com uma inteligência fora do comum, foi amor a segunda vista. Amor, pois agora eu já não queria mais largar. E segunda, porque a primeira foi no filme.

Viajar pelo espelho é algo mágico e você nunca sabe o que vai encontrar lá. Será uma rainha vermelha simpática ou uma outra mãe? Só indo lá para saber. E Coraline nos convida para irmos novamente a esse lugar. Mas dessa vez para conhecermos novos personagens tão carismáticos quanto os de Alice. Essa aventura promete muitas surpresas.

A edição que comprei é linda! Possui ilustrações feitas por Dave McKean. As páginas são amarelas, ótimas para leitura. A capa é assustadora. Enfim, nota 10 para essa edição linda da Rocco. Essa imagem é do livro em inglês, mas é idêntica a minha.

O Neil Gaiman é um autor excepcional! Criador de mundos alternativos que eu tanto amo. Sua escrita é envolvente e desafiadora ao mesmo tempo (em seus outros livros), pois lembrando que Coraline é um livro infanto-juvenil e espera-se dele uma linguagem para esse público. Mas como todo bom clássico infantil, pode render inúmeras leituras.

O livro tem outros personagens apaixonantes como as ex-dançarinas, o dono do circo de ratos, ambos tem uma característica peculiar, chamam Coraline de Caroline. E me renderam muitas risadas com certeza. E claro, o gato, dono da sabedoria do livro. Os outros pais são assustadores! 

O gato é protagonista da cena mais bem trabalhada do livro. Onde Coraline pergunta qual seria seu nome. Ele responde que não tem nome, porque sabe quem é. Afirma que os humanos precisam ter nomes por não saberem quem são. Essa frase deixou-me bastante reflexiva diante desse enigma: quem somos? Seria um problema de identidade? Enfim, virou amor... E você deixa que eu costure olhos de botão em você?
Read More

Carta a outra menina travessa! - Coraline - Neil Gaiman



Minha menina,

Você que tanto quis desbravar mundos como a pequena Alice. Tenha calma! O mundo de lá pode ser mais perigoso do que o de cá. Pergunte a ela! Ela também já foi ao país dos espelhos... Eu também já estive lá... Houve um tempo em que eu só vivia lá. Tive medo. Conheci o horror. Descobri que a segurança é inimiga da diversão. Lembre-se do que o gato falou: somente nós seres humanos temos nomes, e você lembra o porquê? Porque não sabemos quem somos. Por isso, antes de nos aventurarmos ao país dos espelhos, descubra quem você é. Descubra, antes que Ela, a outra mãe, confunda sua cabeça. Não desgrude da sua proteção, seja ela uma pedra com um furo no meio, ou o amor de seus pais. Sei o quanto desejável pode ser aquele lugar, mas eu já estive lá. Então, escuta-me! Da próxima vez que você notar que o espelho mexeu de uma forma diferente, olhe mais uma vez, quem sabe não seja apenas a sua imaginação. Se você tiver sorte, será apenas a sua imaginação.

Anna
Read More

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Alice - Lewis Carrol



O país das maravilhas é um refugio para mim... Sempre que estou cansada da realidade, buscando um lugar onde posso vivenciar minhas loucuras sem julgamentos, busco Carrol. O mundo criado pelo autor nos leva a um mundo de fantasia, onde o óbvio, nunca é óbvio, Onde o normal é sempre muito louco. A descrição dos lugares nos levam em uma viagem onde absolutamente tudo é novo. O leitor chega nele sem nenhuma referência. E Alice é a guia dessa divertida viagem...

Alice é uma personagem apaixonante!  Sua ousadia em enfrentar todas as situações que aparentemente assustariam uma criança intriga e encanta gerações de  crianças e adultos desde seu lançamento. Ela tem inteligência, faz perguntas que só uma criança consegue fazer e nos encanta com seus comentários. Alice me lembra uma boneca de pano que tem uma torneirinha de asneiras e que também divertiu e encantou crianças e adultos com suas indagações e reflexões. 


Em Alice no País das Maravilhas, tudo começa com Alice vendo um coelho branco com um relógio na mão e dizendo: Estou atrasado, estou atrasado! Alice corre atrás dele e ao entrar na sua toca, cai em um buraco. Eu também quis cair nesse buraco. Esse cair possibilita inúmeras interpretações. Estaria ela fugindo da realidade? Todo ser humano já quis fugir para uma outra realidade. E essa fuga nos leva muitas vezes para dentro de nós mesmos. É uma busca pelo desconhecido, onde você não sabe o que irá encontrar. E Alice foi para um lugar onde jamais conseguiria maginar o que iria encontrar...

 Ao chegar, veria que esse lugar estaria cheio de maravilhas e coisas estranhas. Assim, Alice conhece o Coelho Branco, o Chapeleiro Maluco, a Lebre Branca, A Lagarta, o Gato e principalmente, a Rainha de Copas. 

A minha reflexão preferida de Alice é quando depois de crescer e diminuir, ela fica a refletir se ela ainda é ela mesma ou se já é outra pessoa. Amo as indagações de Alice! Ela nesse momento busca saber quem ela é. Será que ao mudar o corpo, ela também deixava de ser Alice? Quem nós somos depende da nossa aparência? 

E outra que gosto muito é quando ela encontra o Chapeleiro, outro personagem bastante significativo. Eles conversam sobre o Tempo e o anfitrião diz a menina que eles estão brigados com o Tempo por isso, ele não quer passar. Será que o tempo sempre passa certinho ou varia de acordo com sua relação com ele?

E Através do espelho apresenta outra aventura da menina agora no mundo dos espelhos. Ela consegue passar pelo espelho de sua casa e descobre novamente outro mundo! Alice encontra novamente personagens inesquecíveis, como A Rainha Branca e a Rainha Vermelha.

Quando Alice encontra com a Rainha Vermelha descobre um fato inusitado! Para ficar no mesmo lugar, precisa-se correr o mais rápido que pode e para sair do lugar, precisa-se correr no mínimo três vezes mais. Alice começa a pensar que está louca. E participa de uma divertida partida de xadrez. Interessante também quando Alice é levada a refletir se eles eram o sonho dela ou se ela era o sonho do rei. E nós já pensamos nisso? Eu ainda não encontrei a resposta...

A edição da Zahar é a coisa mais linda que já vi na minha vida! Ela é de capa dura (Já disse que amo?), tem os desenhos originais do livro e comentários acerca da obra. E a tradução da Maria Luiza X. de A. Borges ganhou o prêmio Jabuti. Tem filmografia, um episódio inédito e uma bibliografia da obra. É uma edição de luxo, para quem ama o livro é algo obrigatório.

Alice: edição comentada e ilustrada nos faz pensar acerca de várias perguntas filosóficas, nos diverte com suas brincadeiras linguísticas, nos encanta com seus personagens. Ele é um título obrigatório para quem gosta de literatura nonsense e para quem ainda deseja viajar ao país dos sonhos criado por Carrol e irá obedecer aos verbos: Coma-me e Beba-me...
Read More

Carta a uma alma gigantesca! - O Grande Gatsby - F. Scott Fitzgerald




Gatsby,

Quando Nick me falou de você, confesso que fiquei um pouco desconfiada. Mas aos poucos, fui aprendendo a te admirar... Sei o quanto pode ser doloroso ter uma infância carente. As pessoas olham para você como se você não fosse alguém que merecesse ser notado. Mas a essas pessoas não devemos nada. Deixemo-los de lado e nos importemos com quem importa. Nick, por exemplo, sempre esteve ao seu lado. A amizade de vocês é digna de admiração. Conhecer a sua história me ajudou a perceber o quanto nós julgamos as pessoas. O julgamento impede que duas almas se encontrem. Mas o que o mistério em você nos fazia ter desconfiança, os olhos faziam amar. Seus olhos nos falavam de uma alma que merecia ser ouvida. Por favor, não deixe ninguém apagá-los. A Daisy não conseguiu conter a imensa alma que você tem, ela é pequena. Pessoas com almas pequenas não valem o esforço. Mas você? Qualquer esforço vale à pena!


Anna
Read More

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Carta a um jovem pintor! - A Bolsa - Balzac




Hipólito,

Quando o conheci, senti o quão doce você é. Sei de sua história e de sua mãe. Sinto-me orgulhosa por saber o quanto você precisou se esforçar para chegar aonde você chegou. Seu talento é valorizado graças ao seu esforço. Fiquei preocupada com você quando soube da sua queda pela Adelaide. Ela é uma boa moça. Pelo menos, eu acho. Entendo o porquê de você ter desconfiado, mas perceba o quanto podemos estar enganados, o quanto podemos ser injustos quando não sabemos a história de alguém. A vida as vezes pode ser muito cruel com algumas pessoas. E pode levá-las a fazer coisas que em outras circunstancias não fariam. Por isso, vá com calma... Pense muito bem antes de fazer qualquer coisa. Confio no seu bom senso.



Anna
Read More

A Bolsa - A Comédia Humana - Balzac




Comecei minha paixão por Balzac por seu conto “A Bolsa”. A forma de escrita dele inicialmente me foi complicada devido às descrições que ele faz. Mas aos poucos fui me deliciando com sua delicadeza. Balzac tem uma obra imensa, publicada novamente pela Editora Biblioteca Azul/Globo em dezessete volumes. Coleção esta que ainda está sendo publicada. Minha paixão, claro, teve uma grande parcela de dívida com a edição da editora. Além de linda, a tradução é muito boa. Enfim, paixão total! Já estou sonhando com todas as edições na minha estante. Infelizmente só tenho a primeira.  Mas vamos falar agora, do conto.

 Hipólito Schinner, personagem-narrador, é um pintor muito famoso. Um dia, ele sofre uma queda e bate a cabeça. Ao acordar, vê uma jovem que o encanta. Assim, ele conhece Adelaide de Leisegneur e sua mãe. O rapaz descobre que a mãe de Adelaide recebe dois homens todas as noites em sua casa. Ele fica bastante confuso. A partir dessa descoberta o pintor passa a ter dúvidas quanto ao caráter das duas vizinhas. Mas será que ele as conhece realmente? O que estariam fazendo sozinhas duas damas em um prédio como aquele? 

Os personagens são intensos e ao mesmo tempo nos são colocados aos poucos. Hipólito é um doce e faz o leitor se apaixonar pelo seu jeito encantador e respeitoso. Adelaide e sua mãe são personagens ambíguos, o leitor passa a conhecê-las realmente somente no final do conto. O final me surpreendeu bastante! Eu não esperava por esse desfecho! Mas e a Bolsa? Você deve estar se perguntando. Só saberá quem for ler! Eu recomendo muito sua leitura, através dele, descobri o porquê Balzac é tão aclamado. 
Read More
Tecnologia do Blogger.

© 2011 Viagens Esquizofrênicas a Lua, AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena